Archer Mangueira é panina- crônica Fernando Vumby



MAS COMO CADA UM MANDA NO SEU CÚ  NÃO ME INCOMODA.


Gosto de viver sim, a vida dos outros que sofrem como se fosse minha. 


Porque me colocando no lugar dos outros mais poderei fazer para lhes ajudar a minimizar o seu sofrimento, e é como diz o Chivukuvuku e bem dito, que só te ajuda quem conhece o teu sofrimento até aí sim.


Agora em casos como esse em que  línguas inflamadas se justamente ou não, pouco importa nessa crônica que tomam o senhor como panina.


Com ares de, ou com aspecto como tal, pouco me importa até porque como disse no título cada um que cuide do seu cú.




Fisioterapia ao domicílio com a doctora Odeth Muenho, liga agora e faça o seu agendamento, 923593879 ou 923328762


Vivo a minha vida e deixo os outros viverem a sua logo que não me apalpem, não me olhem com olhares  gulosos, nem me ponham a suas línguas de fora, tudo bem.


Gosto sim de vasculhar tudo e mais alguma coisa  para escrever e às vezes até escrevo por falta de notícias.


Mas isso é próprio de um cronista como eu, que quase nunca  dorme ou que quando dormi é ja com a boca aberta para mal acordar começar a falar  com os meus botões e convosco meus amigos e estimados leitores.


Mas vos garanto que não sou nenhum controlador que passo minha vida vivendo mais as vidas alheias do que a minha própria. 


Não sou desses  não, sou uma pessoa sem medo de arriscar, gosto de enfrentar o novo.


Gosto de viver feliz, gosto de amar sei amar, gosto de ser amado  até porque não fui educado a encarar o sofrimento como o modo certo de viver.


Era só para dizer, que se o senhor é panina ou não, a vida é dele não o condenem como tal. 


A isso se chama  discriminação, quem quiser que o julgue como governante, se mau ou bom.


Se faz bem o seu trabalho ou não, porque afinal o resto é mesmo só resto, e ja não tem nada a ver com a nossa luta pela alternancia do poder em Angola.




Lil Pasta News, nós não informamos, nós somos a informação 

Postar um comentário

1 Comentários