O DITADOR JOÃO LOURENÇO E AS CONSEQUÊNCIAS DA SUA DITADURA- Hitler Samussuku



Todo e qualquer ditador procura sempre produzir leis, entraves e bloqueios que visam restringir as liberdades dos cidadão e João Lourenço não é a excepção nesta regra implacável, ou seja, desde que tornou-se Presidente o país regrediu consideravelmente em termos de liberdade de imprensa, a Record África, Vida Tv e Zap Viva foram forçadas a fechar. A Tv Zimbo e a Palanca Tv foram arrestadas para o Estado ao serviço do governo. Os regimes ditatoriais adoram o monopolio da comunicação social, Anna Arendt explica melhor esse assunto nas suas obras. 





Fisioterapia ao domicílio com a doctora Odeth Muenho, liga agora e faça o seu agendamento, 923593879 ou 923328762


Os regimes ditatoriais também criam categorias sociais atípicas , por exemplo, em Angola, sobretudo, em Luanda onde a vida é mais correrio nos últimos tempos empergiram as classes das zungueiras ( senhoras que deambulam com negocio na cabeça , diferente de vendedor ambulante) , a classe dos lotadores de taxis, bem como a classe dos Revús (abreviação de revolucionário de acordo com a gíria angolana). Tendo em conta o papel desempenhado pelos Revús na deteriorização da imagem do ex. Presidente José Eduardo dos Santos, o Presidente cessante João Lourenço procurou banalizar a luta social levado a cabo pelos jovens desde 2011, inflitrou agentes secretos com propósito de conduzirem debates banais para serem desacreditados socialmente, também procurou reprimir com mortes, raptos, detenções arbitrarias e julgmantos sumários os jovens que procuram lutar pelos direitos civis e políticos. No inicio de 2022, os taxistas realizaram uma greve na sequência do decreto presidencial que reduzia a 50% de lotação, os passageiros decidiram destruir o comité do MPLA que ficava no Benfica próximo a paragem. Tal como os Na2istas em 1939 como subterfugio para invadir Varsóvia,  acusaram os Polacos de queimar o  Reichstag,   o MPLA acusou os Revús de serem os responsaveis dos danos causados pela greve. Na Televisão os altos responsáveis da Policia apareceram ameaçando todos os jovens activistas. Luther Campos e Tanaice Neutro foram as vítimas do jogo sujo levado acabo pelo SINSE/ SIC/PNA. Desde os finais do ano 2021, as autoridades angolanas não permitiram a realização de manifestação de protestos. Nas redes sociais, espalharam fake e deep news na qual acusam os activistas de receberem dinheiro por parte da UNITA para realizarem protestos. Vale aqui resaltar que na história da humanidade os ditadores nunca acreditam que o povo por sí só pode um dia revoltar-se contra os seus caprichos. José Eduardo dos Santos, por exemplo, no seu tempo acusava os jovens de Revús de possuir apoio da OTAN / NATO, Embaixada America e União Europeia. Na Venezuela, Hugo Chaves achava o mesmo. Hamadinejad no Irão também achava que os jovem que procuravam exercer os direitos fundamentais estavam ao serviço dos americanos. O mesmo aconteceu na Líbia com Kaddafi, no Sudão com Omar Al-Bashir. O fim de todo o regime ditatorial é tragico. João Lourenço que herdou a ditadura de José Eduardo dos Santos empenha-se cada vez mais a aperfeiçoá-la ao invés de desenhar uma transição pacífica que poderá permitir a segurança dele e dos seus depois do mandato.  Em pleno ano eleitoral, decidiu fechar com as Tv Digitais, ou seja, canais alternativos criados no Youtube e no Facebook. Tudo isso acontece num contexto em que os índices de rejeição estão cada vez mais crescentes. Aprovaram uma lei que limita as sondagens. A TPA passou para HD, mas os conteúdos continuam a ser tóxicos e à medida do regime. A oposição quase não tem espaço na imprensa pública. João Lourenço não tem mais nada para dar e o MPLA depois de 47 anos ficou sem norte. Por tudo isso, apelamos a alternância. A hora é agora. Justiça e bem-estar para todas e todos os angolanos. 


Hitler Samussuku




Lil Pasta News, nós não informamos, nós somos a informação 

Postar um comentário

1 Comentários