Governo de Luanda sem dinheiro para manter Semáforos "acesos" -Luís de Castro



Quem chega à cidade capital do país continua a ser recebido com o seu principal cartão postal, ou seja, como já se tornou tradição da "Kianda": o engarrafamento infernal. 


Nos últimos dias, para além da mobilidade caótica na cidade de Luanda, salta à vista a inoperância dos semáforos, ou seja, o instrumento utilizado para controlar o tráfego de veículos e de peões estão, praticamente, desligados. 




Fisioterapia ao domicílio com a doctora Odeth Muenho, liga agora e faça o seu agendamento, 923593879 ou 923328762


Nas principais artérias da urbe e arredores, os "três círculos de luzes coloridas" deixaram de dar o ar da sua graça. Como resultado, os agentes reguladores de trânsito são novamente chamados para substituir o trabalho dos semáforos, agudizando os embaraços à vida dos automobilistas. 


Depois dos escândalo dos contratos milionários das empresas de recolha de lixo, o governo provincial de Luanda terá agora de lidar com o problema dos semáforos. O "X" da questão tem.como pano de fundo uma eventual subfacturação, que tudo indica está a pesar nos cofres do governo liderado por Ana Paula de Carvalho. 


Pelo que conseguimos apurar junto das nossas fontes, a "máfia dos semáforos" de Luanda envolve um contrato milionário de aproximadamente 20 milhões de Euros. 


A fonte avança que, o contrato da empresa que fazia a manutenção do equipamento tinha sido rubricado com o Ministério do Interior (MININT), tendo contraído uma dívida bastante avultada.

Após a liquidação do valor em causa, o MININT rescindiu o contrato e "exonerou-se" de toda responsabilidade, que até então, estava sob sua instância, e "passou a bola" o governo provincial de Luanda no sentido de se responsabilizar com o novo contrato. 


Certo, porém, é que tudo indica que Ana Paula de Carvalho está de mãos atadas e a "ver navios", porque no actual ano económico, o governo provincial de Luanda não tem rubrica nenhuma para um possível contrato com a empresa. 


Caso para dizer que, os automobilistas da cidade capital do país terão de se acostumar com a presença dos homens da farda azul a orientar o tráfego rodoviário.




Lil Pasta News, nós não informamos, nós somos a informação 

Postar um comentário

0 Comentários