General Tavares e Norberto Garcia entram em ação: Gabinete dos malfeitores financia supostos militantes da UNITA para causarem embaraço no Tribunal Constitucional na entrega da candidatura do maior partido da oposição



Um grupo de suposto militante da UNITA a mando do general José Tavares, realizou uma manifestação hoje no Tribunal Constitucional, o protesto foi feito numa altura em que a maior força política da oposição efectuava a entrega de candidaturas a eleições de 2022. 



Dados em posse do Lil Pasta News, dão conta que Rafael Mukanda, ex-candidato à Secretário da Juventude Revolucionária Unida-JURA, braço juvenil da UNITA que liderou a manifestação, é o novo pivô do general Jose Tavares, Norberto Garcia e Kawikh da Costa dentro da maior força da oposição, é o homem que o regime está usar para criar uma instabilidade na UNITA.



Fisioterapia ao domicílio com a doctora Odeth Muenho, liga agora e faça o seu agendamento, 923593879 ou 923328762



O líder da manifestação acusou Adalberto Costa Júnior de ter compromisso com a família Dos Santos, e disse que isso não ficar assim e dentro em breve vão escrever para os órgãos de justiça e impugnar está candidatura.


 Álvaro Daniel Chikwamanga secretário-geral da UNITA respondeu os manifestantes dizendo o seguinte

“Deve ser uma invenção de alguém e, para nós, isso não nos preocupa, aliás, se trata de uma manifestação de racismo e nós somos contra. Muitos deles não são militantes da UNITA,



Faz parte da rede de colaboradores de José Tavares e Norberto Garcia junto a UNITA, é o antigo Secretário para Mobilização Urbana, Kawik Sampaio da Costa que agora dirige uma associação responsável dos pelos feitos de João Lourenço. Embora oficialmente saído da UNITA, Kawiki Costa tem como ponto focal no interior do "Galo Negro", Ana Filomena Junqueira da Cruz Domingos, uma dirigente que tem a fama de ter passado informações a um oficial do SINSE, Carlos Alberto.




Lil Pasta News, nós não informamos, nós somos a informação 

Postar um comentário

0 Comentários