Autor do golo da RCA contra Angola é camaronês e já foi dispensado por um clube por ser portador do vírus HIV



Samuel Nled é camaronês e chegou a representar as selecções jovens dos Leões Indomáveis, sendo que era seu desejo chegar à selecção AA daquele país, que organizou o último CAN, mas sem sucesso, pelo que aceitou o convite da Federação Centro-Africana de Futebol, que já havia manifestado o desejo de tê-lo no plantel.


autor do golo solitário da República Centro-Africana, no duelo de ontem, quarta-feira, 01, frente aos Palancas Negras, no Estádio 11 de Novembro, representou o Uniom Douala, sendo que em 2016 viveu um dos momentos mais difíceis da sua carreira, ao se transferir pelo Al Ittihad, da Primeira Divisão da Arábia Saudita, foi dispensado por ser portador de HIV, o vírus causador da Sida.




Fisioterapia ao domicílio com a doctora Odeth Muenho, liga agora e faça o seu agendamento, 923593879 ou 923328762


O atacante camaronês Samuel Nlend foi demitido quatro dias após ser contratado pela equipa, por ser portador do HIV, mesmo que não tenha qualquer referência de que havia estado doente na altura.

O jovem, na altura com 21 anos, havia assinado um vínculo contratual de três épocas, que foi rompido após resultados dos exames médicos feitos.

O Sindicato dos Jogadores Profissionais de Camarões já se pronunciou sobre o caso e havia prometido processar o Al-Ittihad, de acordo com o site “Cameroon Concord”.

Samuel Nlend havia retornado ao Union Douala, onde jogava antes da transferência.

Agora ao serviço da República Centro-Africana, Samuel mantém o sonho vivo de chegar ao CAN 2023, que vai decorrer na Costa do Marfim, para tal promete muito trabalho e dedicação.




Lil Pasta News, nós não informamos, nós somos a informação 

Postar um comentário

0 Comentários