HOMEM DETIDO POR VIOLAR FILHA DURANTE QUATRO ANOS - DENÚNCIA PARTIU DE UMA VIZINHA QUE AUXILIOU CRIANÇA E FEZ QUEIXA-CRIME



O Serviço de Investigação Criminal (SIC) deteve um homem por suspeita de ter violado e abusado sexualmente da filha, de nove anos, desde que a criança tinha cinco, no bairro Dumbo-Muhondo, município de Cambundi Catembo, em Malanje. A denúncia partiu de uma vizinha que auxiliou a menina e fez queixa-crime.


Os abusos ocorreram no interior da residência familiar, segundo contou em depoimento o "predador sexual", Joaquim Francisco José, progenitor que começou a abusar da filha quando a criança tinha cinco anos, após à morte da esposa, em 2018, avançou ao Novo Jornal o porta-voz do SIC-Malanje, Augusto Barros.




Fisioterapia ao domicílio com a doctora Odeth Muenho, liga agora e faça o seu agendamento, 923593879 ou 923328762


"O crime foi descoberto por uma vizinha que se terá aproximado da habitação do suspeito e deparou-se com a menor no interior da residência a lagrimar", contou o responsável, salientando que a vizinha observou que a menor estava ensanguentada, "levou-a ao Hospital Municipal Cambundi Catembo, onde, entretanto, foi submetida a exames médicos e determinou-se que foi abusada sexualmente".


"A vizinha inconformada com o sucedido efectuou uma queixa-crime junto do piquete do SIC-Malanje, que fizesse referência a esta prática de crime", descreveu, sublinhando que a investigação do SIC-Malanje desencadeou acções investigativas que culminaram na detenção do acusado.


Salientar que o cidadão será presente ao Ministério Público (MP) para os devidos procedimentos legais.


Os abusos sexuais de menores são uma prática corrente no País, nomeadamente pelos próprios familiares. O crime começa a ser denunciado pela sociedade.


Nos primeiros dois meses do ano, só na maternidade Lucrécia Paim, na província de Luanda, foram registados 58 casos de abuso sexual de menores. Todas as semanas, no balanço de acções da polícia, os crimes de violação sexual rondam uma média de 30 casos, sendo as vítimas maioritariamente crianças.




Lil Pasta News, nós não informamos, nós somos a informação 

Postar um comentário

2 Comentários

  1. Os crimes desta natureza, devem serem agravadas para que sejam de maneira propositada, um hábito dos cidadãos deste país.

    ResponderExcluir
  2. Os crimes desta natureza, devem serem agravadas para que sejam de maneira propositada, um hábito dos cidadãos deste país.

    ResponderExcluir