Furtado na luta pelo controlo do 1º de Agosto


O ministro de estado e chefe da Casa Militar da PR, Francisco Pereira Furtado, é identificado em meios castrenses em Luanda, como estado empenhado em chamar para si, o controlo do clube de futebol, o “1 de Agosto”, na qual conta é-lhe atribuído a participação do ministro da Defesa Nacional, João Ernesto dos Santos “Liberdade”.



O general António Egídio de Sousa Santos “Disciplina”, chefe do EMGFAA, fora igualmente “convidado” a participar na estratégia, mas terá protelado. O general “Disciplina”, é, por inerência de funções, o Presidente da Assembleia Geral do 1º de Agosto, a entidade que dirige o processo de indicação do novo Presidente do Clube.

 



Fisioterapia ao domicílio com a doctora Odeth Muenho, liga agora e faça o seu agendamento, 923593879 ou 923328762


O apoio que conta-se ter do ministro João “Liberdade”, deve-se por, o mesmo ser o presidente da mesa da assembleia-geral dos bravos, que integra como membro da Assembleia Geral do “1º de Agosto”.

 


A figura a quem é atribuído como estando na lista de favoritos de Francisco Furtado, para vir a presidir o Clube dos militares, substituindo Carlos Alberto Hendrick Vaal da Silva, é o antigo comandante do Exército, general Gouveia João de Sá Miranda.

 

Segundo fontes do Club-K, a cobiça que se regista pelo controlo do “1º de Agosto” é associada ao patrimônio do clube que no ponto de vista de alguns observadores em Luanda, pode ser propicio para “eventuais privatização ou para projectos imobiliários para sobrefaturação ao Estado.” O clube dos militares conta na sua lista patrimonial, um pavilhão do Rio Seco “Codem”, e o Clube de caçadores no Bairro Miramar, em Luanda.


Club-K




Lil Pasta News, nós não informamos, nós somos a informação 

Postar um comentário

0 Comentários