BNA "chumba" Conselho de Administração que saiu da assembleia geral do BAI



Na assembleia geral de 31 de Março, foi aprovado o novo conselho de administração, que tem que passar pelo crivo do BNA, sendo que o regulador rejeitou pelo menos dois dos nomes propostos. Agora o BAI tem que fazer uma nova assembleia e aprovar uma nova estrutura para a administração.


O Banco Nacional de Angola (BA) chumbou o conselho de administração do ABI que saiu da assembleia geral de accionistas, realizada a 31 de Março último. De acordo com o apurado do Expansão pelo menos dois dos nomes propostos não reuniam os requisitos exigidos pela nova lei, de acordo com o regulador.



Fisioterapia ao domicílio com a doctora Odeth Muenho, liga agora e faça o seu agendamento, 923593879 ou 923328762



A legislação em vigor em Angola, obriga que para as instituições consideradas de perigo sistémico, o conselho de administração seja após a nomeação aprovado pelo BNA, que nomeadamente vai avaliar a idoneidade das pessoas propostas para o cargo.


Ao voltar para trás a lista de administradores do BAI, de acordo com o que o Expansão apurou, obriga agora a uma nova assembleia onde será aprovado um novo conselho de administração. Diga-se que dos conselhos de administração que saíram das recentes assembleias dos bancos, nenhuma foi aprovada à primeira. "Estamos a obrigar os bancos a cumprir com o que está na nova lei, o que naturalmente ainda necessita de alguma adaptação por parte das instituições ", refere fonte do BNA.

Sobre a lista que foi enviada ao BNA, o Expansão sabe que o anterior Presidente do Conselho de Administração, José Carlos de Castro e Paiva pediu para deixar o cargo e em sua substituição foi nomeado, Mário Alberto Barber que já fazia parte do conselho de administração e passou a presidir o conselho de administração como administrador não executivo.


Quem é Mário Barber, o novo PCA do BAI?


Foi eleito presidente do Conselho de Administração do Banco Angolano de Investimentos, durante a Assembleia Geral ordinária da instituição, realizada a 31 de Março. 



Segundo um informe publicado no site da entidade bancária, Mário Alberto Barber exerce, cumulativamente, as funções de presidente da Mesa da Assembleia Geral da Nossa Seguros; da BAIGEST – Sociedade Gestora de Organismos de Investimento Colectivo, SA.; da Fundação BAI e da IMOGETSIN, SA.


Desempenha igualmente as funções de presidente do Conselho de Administração da NOVENGE; da NOVINVEST; da GRINER, SA e do BAI INVEST, SA. É Presidente do Conselho Fiscal da SOMOIL,SA; da EKA; da NGOLA; e da GOBEJE e vogal do Conselho Fiscal da NOCAL. 


Com tantos cargos de topo concentrados numa só pessoa, no final do mês, Mário Barber deve levar para casa não menos de 50 milhões de Kwanzas [USD 100 mil] em remuneração bruta...




Lil Pasta News, nós não informamos, nós somos a informação 

Postar um comentário

0 Comentários