ENDIVIDADO ATÉ AO PESCOÇO: DONO DA XTAGIARIOUS ESTÁ A SER ‘CAÇADO’ POR CLIENTES E TRABALHADORES



Várias dezenas de jovens que aplicaram o seu dinheiro na empresa Xtagiarious Finance, com intuito de ver os juros a triplicarem, estão a ver o dinheiro no ‘binóculo’. Na mesma linha estão trabalhadores da empresa que não vejam os seus ordenados desde Agosto de 2021.


Depois de várias promessas não cumpridas e com a ausência de Edson de Oliveira da empresa situada no Zango 3, clientes e trabalhadores, enraivecidos, começaram por destruir a empresa na quarta-feira, 16.




Fisioterapia ao domicílio com a doctora Odeth Muenho, liga agora e faça o seu agendamento, 923593879 ou 923328762


Bernarda André (nome fictício), funcionária da empresa, pelo menos até há semana passada, disse estar agastada com o patrão, pelo facto de não ter recebido salários desde o mês de Agosto de 2021.


“Começaram por vandalizar a empresa desde quarta-feira, só terminaram no sábado, porque o pessoal está frustrado com as aldrabices do Edson, que não o vemos desde Outubro do ano passado, estamos há cinco meses sem ver o chefe”, disseram.

 Empresa, de acordo com pessoas entrevistadas, é agora representada por um tal de Osvaldo, amigo de Edson. “Mas dinheiro que é bom, ninguém vê”.


A Xtagiarious recebia clientes que tivessem valores bancarizados ou guardados em casa, com garantias de serem reembolsados num período de seis meses, com juros de 50, 40 e até 25 por cento.


De princípio, contam, ele cumpria com os acordos, mais desde que o Banco Nacional fez sair um comunicado que lhe desacreditava como casa de câmbios, viu reduzido o negócio, e praticamente falido o projecto.


“Desde Agosto mantinha a casa aberta apenas com a finalidade de burlar as pessoas”, acusaram.


Sabe este jornal que a Xtagiarious funcionou por dois anos e meio, tinha duzentos funcionários entre efectivos e trabalhadores eventuais.

Edson, acusam funcionários, demarcava-se em assinar contratos por escritos.

“Aproveito os microfones do NA MIRA DO CRIME para deixar um recado para o senhor Edson de Oliveira, nós vamos continuar a espera dos nossos salários. Nós trabalhávamos das 07horas as 00horas, os salários estavam na ordem dos 40 aos 65 mil Kwanzas, é pouco para ele, mais muito para nós, está a fazer falta, aqui girou muito dinheiro, o Edson até se dava-se ao luxo de patrocinar jogadores, então já não consegue pagar salários?”, questionaram.

Dezenas de clientes da Xtagiarious Finance apresentaram recentemente uma queixa-crime conjunta no SIC do Comando Geral de Viana, depois de uma reunião com o dono da empresa, Edson de Oliveira, no dia 29 de Dezembro de 2021, onde ouviram "mais promessas de pagamento" ter chegado ao fim sem qualquer definição, segundo avançaram clientes ao Expansão.




Lil Pasta News, nós não informamos, nós somos a informação 

Postar um comentário

0 Comentários