Emergir de um novo país- Graça Campos


A vida ensina-nos que são sempre escuras as horas que precedem a alvorada.

O anunciado encontro do Presidente da República, João Lourenço, com o líder do principal partido na oposição, Adalberto Costa Júnior, para sexta-feira, 04, é também a confirmação de que, como cantam os metodistas, “o choro pode durar uma noite, mas a alegria chega de manhã”.

Os angolanos desejaram ardentemente esse momento. Porque é um momento que pode marcar uma verdadeira viragem na vida do país.




Fisioterapia ao domicílio com a doctora Odeth Muenho, liga agora e faça o seu agendamento, 923593879 ou 923328762


O diálogo directo entre os dois principais protagonistas políticos do país irradiará pelo país uma mensagem de que os angolanos podem superar as suas diferenças de modo pacífico.

Encontros entre os dois deveriam ser frequentes. Se entrassem na rotina dos angolanos, esses encontros talvez contribuíssem para baixar a elevadíssima “temperatura” que antecede as eleições.

Mas, como ensina a sabedoria popular, mais vale tarde do que nunca.

O que os angolanos esperam que o reencontro do sexta-feira seja o primeiro de um sem fim de concertações que se fazem necessárias e urgentes entre os dois líderes.

Os angolanos de boa fé não têm a menor dúvida que na sexta-feira emergirá um novo país político.

Agora que volta a tê-lo entre os seus conselheiros, o Presidente da República tem de transformar em rotina o diálogo com líder do principal partido na oposição.

Espera-se que o Tribunal Constitucional retire da posse, hoje, de Adalberto da Costa Júnior, como membro do Conselho da República, e do seu encontro de sexta-feira com o Presidente da República, as devidas ilações.




Lil Pasta News, nós não informamos, nós somos a informação 

Postar um comentário

0 Comentários