Cabazada! - Graça Campos



De autoria desconhecida – embora não seja muito problemático adivinhar-lhe as origens – há, nas redes sociais, uma “pesquisa” eleitoral que atribui ao Presidente João Lourenço  79,3% das intenções votos  dos eleitores angolanos  contra  12,4% de Adalberto Costa Júnior.


Se verdadeiramente traduzidos nas urnas, o líder da UNITA apanharia uma “tareia” que não lhe deixaria intacto um único osso, com o que jamais voltaria a reerguer-se.



Fisioterapia ao domicílio com a doctora Odeth Muenho, liga agora e faça o seu agendamento, 923593879 ou 923328762


Os autores da “pesquisa”, seguramente financiada por aquela conhecida dupla do “mata e esfola”, distribuem os restantes 8,3% entre os votos em branco e os indecisos. Quintino Moreira, Mfuca Muzemba, Bela Malaquias e outros que sonham com o cepro máximo não são tidos e nem achados nessa esclarecedora "pesquisa", feita nas redes sociais. E logo nas redes sociais...

Com perspectiva de tão farta colheita, daquelas capazes de provocar congestão, ninguém se admire se o Presidente João Lourenço se empolgar e exigir não já 80 mas, pelo menos, 89 % dos votos.

Afinal, apesar de algum fingimento, Angola é um país africano, onde presidente que é presidente tem de fazer o pleno ou chegar muito próximo...

Portanto, ninguém se admire se, em Agosto de 2022, as alegações de fraude partirem do folgadíssimo vencedor antecipado...




Lil Pasta News, nós não informamos, nós somos a informação 

Postar um comentário

0 Comentários