ZAIRE: MOVANGOLA junta centena de cidadãos nas jornadas patrióticas



Depois da província do Huambo, as jornadas patrióticas em exaltação do líder da Nação, João Manuel Gonçalves Lourenço, levado acabo pelo Movimento de Apoio Solidário de Angola, chega nas terras do Património Mundial.


A actividade realizada este Sábado, 26, na província do Zaire, município do Nzento, juntou centena de jovens e várias organizações da sociedade civil para juntos afirmarem o compromisso renovado com o Presidente Lourenço.

A marcha patriótica de apoio ao Presidente da República e seu Executivo, visa transmitir a confiança do direccionamento de um conjunto de acções do Governo, a renovada esperança do povo “ que acredita num futuro melhor e capaz de concretizar os sonhos dos cidadãos angolanos”.



Fisioterapia ao domicílio com a doctora Odeth Muenho, liga agora e faça o seu agendamento, 923593879 ou 923328762


“O MOVANGOLA agradece em nome da sociedade civil o empenho e dedicação do Presidente João Lourenço em preservar a paz política e social, rumo ao desenvolvimento sustentável do nosso país, no quadro de uma sociedade moderna e cada vez mais exigente”, disse Presidente do MOVANGOLA, António Alcino Sawanga.

SAWANGA PEDE AOS JOVENS NO CUIDADO ÀS PROMESSAS FALSAS

António Sawanga, entende que a juventude é a força motriz do país, afigura-se como o garante da esperança para uma Angola cada vez melhor no contexto nacional e internacional, por essa razão, pede à força motriz para que não se deixem enganar pelas promessas falsas.


Não se deixem enganar pelas promessas falsas que servem apenas para desviar o sonho e o bem-estar social da nossa juventude. Em nome da sociedade civil organizada, proveito apelar aos jovens organizados e ordeiros não aderirem às supostas manifestações que visam desestabilizar a ordem e a paz social”, disse o líder da organização.

Fez saber aos presentes que os feitos do Presidente Lourenço são visíveis e aconselha os participantes no sentido de terem cuidado contras as políticas do desespero, calúnia e da desinformação nas redes sociais.




Lil Pasta News, nós não informamos, nós somos a informação 

Postar um comentário

0 Comentários