CIDADÃO FOI ENTERRADO VIVO EM PLENO FUNERAL NO MUNICÍPIO DA KIBALA



Segundo apurou o SIC,  os factos ocorreram cerca das 16 horas do dia 11/01/2022, bairro  Kissole/Kibala, no momento em que a vítima, o cidadão Carvalho Manuel Capila, solteiro de 67 anos de idade  e os acusados, cidadãos nacionais de 40 e 49 anos de idade (por sinal um casal), encontravam-se a realizar o funeral de um familiar num cemitério e após a colocação da urna com os restos mortais na tumba, os ora acusados agarraram na vítima, acusando-o de feiticeiro e o empurraram na mesma tumba e o enterraram vivo, junto do cadáver, na presença de mais pessoas até que conheceu a morte por asfixia.



Fisioterapia ao domicílio com a doctora Odeth Muenho, liga agora e faça o seu agendamento, 923593879 ou 923328762

Feitas as devidas investigações, o Serviço de Investigação Criminal, por intermédio do seu Departamento Municipal da Kibala, despoletou uma  série de diligências, que  resultaram na detenção de dos  acusados, na tarde de Quarta-feira 12/01/022 no bairro Lubato/Kibala, que encontravam-se em fuga desde o dia do cometimento do crime.


Formalizada a sua detenção,  os cidadãos em causa foram presentes ao Magistrado do Ministério Público, para procedimentos subsequentes.




Lil Pasta News, nós não informamos, nós somos a informação 

Postar um comentário

0 Comentários