A FORTUNA OCULTA DO PR- NELSON FRANCISCO SUL



Na colectiva de imprensa a cinco órgãos de comunicação social, o Presidente Lourenço afirmou, com todas as letras do abecedário, que não conhece nenhuma democracia no mundo onde os titulares de cargos públicos são obrigados a tornar públicas as suas declarações de bens e rendimentos. Não se sabe se foi por mera ignorância ou, então, se estamos perante a uma fuga para a frente do sucessor de José Eduardo dos Santos, com a clara intenção de continuar a esconder a sua fortuna... 



Fisioterapia ao domicílio com a doctora Odeth Muenho, liga agora e faça o seu agendamento, 923593879 ou 923328762

O certo é que o Novo Jornal, num artigo assinado pela jornalista Sandra Bernardo, fez aquilo que os ingleses chamam de «fact-checking», ou seja, verificação de factos. E os factos demonstram variadíssimos exemplos pelo mundo afora onde, por exemplo, "qualquer cidadão pode consultar as declarações dos titulares de altos cargos políticos e públicos e equiparados". Não precisamos buscar os exemplos de Portugal e dos países do Norte da Europa, como a Suécia, aqui mesmo bem pertinho de Angola, "na África do Sul, também é possível aceder à lista de bens dos políticos".


E agora, Sr. Presidente, vai fazer um haraquiri?



Lil Pasta News, nós não informamos, nós somos a informação 

Postar um comentário

0 Comentários