CRIME HEDIONDO: Governo vende 28 milhões o BCI, um banco avaliado 600 milhões de dólares a uma empresa ligada ao regime



A venda a «preço de banana» do banco público BCI (Banco Comercial e Industrial), ao Grupo Leonor Carrinho, revela um facto indesmentível: com João Lourenço, Angola enfrenta uma nova praga de pilhagem. 




Fisioterapia ao domicílio é na MZ Fisio. Contactos para marcação: 924170321, 998024880

Desde 2019, altura em em o Presidente Lourenço inaugurou o complexo industrial desta sociedade, localizada na província costeira de Benguela, são várias injecções financeiras e garantias soberanas do Estado, assinadas por João Lourenço, a favor do Grupo Carrinho. 


Vender ao preço de USD 28 milhões, um banco que vale mais de 600, é um crime hediondo. Alguém tem que travar essa operação fraudulenta, já!


Nelson Francisco  Sul



Lil Pasta News, nós não informamos, nós somos a informação 

Postar um comentário

0 Comentários