ADMINISTRAÇÃO DE ICOLO E BENGO ENCERRA FÁBRICA DE VARÕES EM CATETE - TÉCNICOS DA COMISSÃO MULTISSETORIAL "ASSALTAM OS COFRES" DA EMPRESA DURANTE A INSPECÇÃO



A administração municipal de Icolo e Bengo, em Luanda, encerrou, temporariamente, uma fábrica de varões no distrito Urbano de Catete depois de uma explosão em uma das caldeiras que causou dois mortos e um ferido grave.


Uma fonte da administração de Icolo e Bengo referiu que a explosão aconteceu no dia  17 de Novembro e poucas pessoas se aperceberam do facto.


Entretanto, segundo a fonte, a administração de Icolo e Bengo suspendeu, igualmente, por suspeita de furto, os membros da comissão multissetorial indigitados para apurar os factos e encerrar a fábrica.




Fisioterapia ao domicílio é na MZ Fisio. Contactos para marcação: 924170321, 998024880

“Durante a visita de inspecção, a respectiva comissão multissetorial saqueou da fábrica de varões cerca de 13 mil dólares americanos, mais de 25 milhões de Kwanzas, diversos telemóveis e outros artigos de valor”, referiu a fonte.


A comissão multissetorial, criada para apurar as causas da explosão, devia também verificar se o cidadão chinês, proprietário da fabrica, e se o empreendimento estão ou não legais.  


Os dois trabalhadores foram sepultados na comuna de Bom Jesus e as suas famílias tiveram apoio da fábrica para as despesas do funeral e óbito no valor de um milhão e 500 mil para cada, enquanto o funcionário ferido encontra-se a receber assistência no hospital Josina Machel.


Contactada pela ANGOP,  a comandante da Polícia Nacional no município de Icolo e Bengo, Sónia Carlos, confirmou o sucedido, adiantando que ate o momento foram recuperados apenas  quatro milhões de Kwanzas do dinheiro furtado.


Sónia Carlos referiu que os Serviços de Inteligência, de Investigação Criminal, Emigração e Fronteiras verificaram que o cidadão chinês assim como a fábrica encontram-se legalizados.



Lil Pasta News, nós não informamos, nós somos a informação 

Postar um comentário

0 Comentários