David Mendes tentou esbofetear bispo Honorilton Gonçalves da igreja Universal em pleno Tribunal



Começou hoje julgamento do conhecido "caso IURD"  no  Tribunal Provincial de Luanda, que julga os bispos brasileiros da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), acusados dos crimes de associação criminosa e branqueamento de capitais. O advogado David Mendes só não esbofeteou um dos bispos porque este, garantiu o próprio, "escapou" 


De acordo com o novo Jornal  As questões prévias marcaram o primeiro dia da sessão de julgamento, cuja leitura da acusação e audição dos primeiros arguidos acontece esta sextafeira. Mas também uma tentativa de agressão por parte do advogado David Mendes a um dos bispos, ficou como marca saliente deste primeiro dia no tribunal de um dos mais mediáticos casos nos últimos anos. 




Fisioterapia ao domicílio é na MZ Fisio. Contactos para marcação: 924170321, 998024880

Centenas de fiéis ligados aos pastores brasileiros estiveram na Marginal de Luanda em oração, enquanto decorriam as questões prévias no Palácio Dona Ana Joaquina, que esta quinta-feira esteve sob forte vigilância de dezenas de efectivos da Polícia Nacional. 


Antes do inicio da sessão,  de acordo com Novo Jornal   o advogado David Mendes, da parte acusadora, tentou esbofetear o bispo brasileiro Honorilton Gonçalves, antigo responsável espiritual da IURD em Angola e Moçambique, quando este lhe dirigiu a palavra no gesto de saudação. Ambos iniciaram uma discussão que mereceu a intervenção da polícia e dos oficiais de diligência do tribunal.


No final da audiência, o advogado David Mendes disse aos jornalistas que só não deu a bofetada porque o bispo brasileiro Honorilton Gonçalves escapou. "Ele teve sorte de fugir, porque senão eu lhe dava uma bofetada", afirmou o advogado, assegurando que só teve tal atitude porque o bispo brasileiro o terá chamado de criminoso


 O juiz principal, Tuti António, apelou à calma entre as partes e avisou que a questão da liderança da Igreja Universal do Reino de Deus em Angola não será assunto de discussão neste julgamento. "Recomendo que não se envolvam em violência, controlem os ânimos", apelou o juiz durante as questões prévias (assunto que as partes querem ver esclarecidas antes do iniciou do julgamento).



Lil Pasta News, nós não informamos, nós somos a informação 

Postar um comentário

0 Comentários