Conselheira do ministro Eugênio Laborinho denúncia que bombeiras para subirem de patentes são obrigadas pelos superiores passarem no teste de sofá





Mulheres para subirem de patente sofrem assédios. A denúncia é da antiga vice-ministra do Interior, actualmente conselheira do ministro Laborinho, Margarida de Jesus.


Em entrevista a rádio Ecclesia, a comissarária-chefe revelou dois casos nos Serviços de Protecção e Bombeiros.



Fisioterapia ao domicílio é na MZ Fisio. Contactos para marcação: 924170321, 998024880

Duas bombeiros foram assediadas por superiores. No primeiro caso, conta Margarida de Jesus, o "chefe quase que me ameaçou que teria que provar, tinha que provar porque não viria o seu nome e imagem manchada."


Mostrado o áudio, prova do assédio, o  visado saiu da sala sem dizer nada.


A comissária-chefe disse que os dois casos mereceram punição.



Lil Pasta News, nós não informamos, nós somos a informação 

Postar um comentário

0 Comentários