Plano emergencial de Luanda suga mais de 70 milhões de dólares dos cofres do Estado



Para reparar os erros deixado por Joana Lina, a sua sucessora Ana Paula de Carvalho anunciou no passado mês de Agosto a contratação de empresas para cada município, para a limpeza das valas de Luanda. 


A operação foi anunciada como uma acção conjunta com o Ministério das Obras Publicas e Ordenamento do Território para preparar as condições para intervenção imediata da macro – drenagem e do saneamento da capital.




Fisioterapia ao domicílio é na MZ Fisio. Contactos para marcação: 924170321, 998024880

O referido plano de emergencial de intervenção para Luanda, foi apresentado pelo ministro das Obras Publicas e Ordenamento do Território Manuel Tavares de Almeidas, tendo na ocasião referido, que o Governo investiu mais de 70 milhões de dólares, para a implementação em três fases do plano emergencial.


«O que vamos fazer é limpar as valas de drenagem para que as águas das chuvas possam circular normalmente, e limpar também as linhas de água para que quando vierem as chuvas naturais conduzirem as águas, vamos instalar também sistemas de esvaziamento das lagoas», disse o ministro.




Lil Pasta News, nós não informamos, nós somos a informação 

Postar um comentário

0 Comentários