Os Sinais da Ditadura- Carlos Kandanda



Quando o Adolfo Hitler começou a dar sinais da «ditadura» mais feroz e severa, as elites alemãs e europeias deram conta das suas intenções macabras. Somente houve a «negligência». Em vez de tomar medidas preventivas, de estancar o mal, cortá-lo por raiz, e mandar pará-lo; pelo contrário, deixaram-no avançar, ganhar terreno, consolidar o poder pessoal, assaltar as Instituições Públicas (Parlamento, Tribunais, Presidência, Chancelaria, Forças Armadas, Polícia e Órgãos de Comunicação Social), preparar-se devidamente e desencadear a guerra generalizada, que devastou o Mundo. 



Nesta «negligência» quem pagou uma fatia mais pesada foi o próprio povo alemão. As Ditaduras não surgem do nada como nevoeiro. Pois, elas dão sinais evidentes, rugem como leão, com as garras bem afiadas, pronto para atacar a presa. Todavia, os povos mais atentos quando estiverem perante esta realidade todos reagem em “UNÍSSON,” para impedir o pior e salvar a Pátria. 



Fisioterapia ao domicílio é na MZ Fisio. Contactos para marcação: 924170321, 998024880

Neste momento, Angola está diante um grande desafio de defender a democracia ou deixar-se mergulhar na «ditadura tenebrosa».  O que acaba de acontecer hoje, do Tribunal Constitucional do MPLA, é o sinal mais que evidente da presença da autocracia fria, insensível e severa. Se houver negligencia, quem vai pagar mais caro é o próprio MPLA. Aliás, a perseguição já faz morada dentro das fileiras do partido no poder sob a capa do combate à corrupção, contra os marimbondos. Enquanto que, ele próprio sempre fez parte do «núcleo interno» que está no poder desde 1975, que arruinou o país e mergulhou o povo angolano na fome e na pobreza extrema. Hoje apresentam-se como «Kulaks», uma burguesia nacional corrupta, com vastas terras espelhadas pelas províncias do interior.


Importa salientar que, o Discurso de hoje do Presidente do Bloco Democrático, do Dr. Filomeno Vieira Lopes, no Acto Solene da Proclamação da Frente Patriótica Unida, no Centro das Convenções de Talatona, espelha tão bem o carácter real do Regime. E, sem demoras, os factos estão lá, o Tribunal Constitucional do MPLA, reagiu imediatamente, como ponta de lança, atacando violentamente a UNITA, anulando o seu Congresso realizado em 2019, anotado pelo próprio Tribunal, com objetivo estratégico de afastar o seu Presidente, Adalberto Costa Júnior, que hoje assumiu formalmente a Liderança da Frente. Que «coincidência» é esta? Uma Vergonha. Caiu o Véu! Todavia, isso não nos esmorece. Mas sim, nos une e nos fortifica. 


PATRIOTAS ANGOLANOS UNAI-VOS PELA MUDANÇA E PELA DEMOCRACIA PLURAL E ALTERNANTE. ABAIXO A DITADURA.


Luanda, 05 de Outubro de 2021



Lil Pasta News, nós não informamos, nós somos a informação 

Postar um comentário

0 Comentários