Fome mata um Soba de 85 anos



A informação triste vem do Município da Caála, Província do Huambo, onde o Soba da aldeia Calumoma, Comuna do Cuima, foi vítima mortal da fome.



Trata-se do Soba André Viti. Segundo a irmã do malogrado, Laurinda Tchitula, falando na Rádio Eclésia do Planalto Central, revelou que o seu irmão mais velho foi vítima da fome e o salário que recebia, enquanto autoridade tradicional, não chegava para o seu sustento.


“o que matou o meu irmão é a fome, um quilo de fuba não chega para comer com as crianças e sendo mais velho, vendo as dificuldades não registou ”, disse a irmã.



Fisioterapia ao domicílio é na MZ Fisio. Contactos para marcação: 924170321, 998024880

Segundo os depoimentos recolhidos no local, a aldeia Calumoma registou, nos últimos tempos, muita gente a morrer de fome e outros desnutridos por falta de alimentação resultante das triagens que afectaram o município satélite do Huambo, Caála.


De lembrar que até 2019, o país controlou mais de 40.300 sobas e, em Luanda, regista 303 autoridades tradicionais com um orçamento anual de cinco milhões de kwanzas e meio.


Factos Diários 



Lil Pasta News, nós não informamos, nós somos a informação 

Postar um comentário

0 Comentários