Ativista Domingos da Cruz diz que quem usa as liberdades em Angola «arrisca a vida»



O ativista angolano Domingos da Cruz, autor do livro «Angola Amordaçada – A Imprensa ao Serviço do Autoritarismo», considerou esta semana que Angola «não é uma democracia» e quem usa as liberdades no país «coloca em risco a vida».


Para Domingos da Cruz, também investigador e docente, debater em Angola se o país é, ou não, um Estado democrático de direito «é uma questão pueril, não faz sentido absolutamente nenhum e revela ausência de consciência crítica individual e também coletiva».




Fisioterapia ao domicílio é na MZ Fisio. Contactos para marcação: 924170321, 998024880

«Não se deve fazer este debate sobre a existência, ou não, de democracia em Angola porque está mais do que evidente, do ponto de vista da análise comparativa em termos empíricos, que Angola não é uma democracia», afirmou o ativista angolano.




Lil Pasta News, nós não informamos, nós somos a informação 

Postar um comentário

0 Comentários