Ismael Diogo ex-presidente da FESA “esconde-se em casa luxuosa” no Brasil e vende seus bens



"Ismael Diogo, é também por meio desta acção acusado de furtar-se ao pagamento dos direitos sociais, no Brasil, quando a lei obriga a depositar os direitos do funcionário. Para escapar, Ismael Diogo da Silva pediu ao trabalhador para fazer um acordo na justiça, dizendo que após o acordo iria retomar o posto, o que não aconteceu pois, ao assinar o acordo pela metade do valor o demitiu para não pagar o restante da indemnização”.


Soube ainda este Jornal que, o ministério público brasileiro, em Março deste ano, indiciou Ismael Diogo da Silva, pouco depois de informações em vários jornais terem dado conta que este é fugitivo da justiça angolana, informações estas que de acordo com a fonte geralmente bem informada, Ismael Diogo pagou a Google para retirar do ar.


Em Novembro de 2020, informações davam conta que Ismael Diogo da Silva, era considerado como um dos maiores mafiosos que atiraram o país para a miséria em proveito próprio, tendo realizado diversas actividades pouco claras e lesivas ao Estado.


Recorda-se que, por mandato da Procuradoria-Geral da República (PGR), “foi detido em 2018 e, enquanto prosseguiam as investigações, foi submetido ao Termo de Identidade e Residência”, sendo que, tempo depois nada mais se sabia do caso, nem do seu paradeiro.


Entre as actividades pouco claras e lesivas ao Estado, havia sido mencionado um negócio escuro, envolvendo um terreno dos CFL, vendido por uma das suas empresas à Embaixada da China, num conluio com o então ministro dos Transportes, Augusto Tomás.



Angola 24 Horas 



Lil Pasta News, nós não informamos, nós somos a informação 

Postar um comentário

0 Comentários