Estalou o verniz na Televisão Pública de Angola: Setenta porcento dos profissionais da TPA, querem de volta o Jornalista Alves Fernandes, agora na condição de PCA ( Presidente do Conselho de Administração )



Apontam o Alves Fernandes ( Zé Neto), por este estar alinhado com o discurso do Presidente da República João Lourenço , na defesa da pluralidade de ideias na comunicação social no reforço a democracia em Angola.


Os mais progressistas na TPA pedem a indicação do Jornalista senior Manuel da Silva , para o cargo de Administrador de Conteúdos da TPA em substituição do descompensado Neto Júnior. 


Para Direccao de informação a proposta recai para Director o veterano jornalista Severino Carlos ou o jovem Armindo Laureano ( Novo Jornal ). 




Fisioterapia ao domicílio é na MZ Fisio. Contactos para marcação: 924170321, 998024880

Ainda para área de conteúdos deve ser imediata o afastamento do actual Director Antena Alberto Botelho, por este prejudicar de forma grosseira a imagem de Francisco Mendes, influenciou negativamente as decisões do FM, nos últimos cinco meses, sendo responsável pelo descambar da estrutura produtiva da empresa e do isolamento dos melhores quadros da empresa , até de trabalhadores de limpeza.( Abusa do nome do Ministro Manuel Homem , para amedrontar ). 


Para o cargo de Director de Antena, acreditam que deve - se repor justiça com a indicação do exímio apresentador Sérgio Rodrigues, bastante prejudicado pelo inusitado Botelho , que foi mentindo que se farta ao Francisco Mendes sobre o desempenho dos Directores de serviço . 


Para administração e Financas Zé Neto , deve contar como administrador com o experimentado Manuel Padrão. 


De volta à casa os mais progressistas colocam Gonçalves Ihanjica e Ernesto Bartolomeu como administradores não executivos ( Conselheiros ). 


Afinal o clima na TPA é de tensão , com sucessivas gafes que estão a comprometer a imagem do partido estado e do Presidente da República, pela fraqueza do seu conselho de Administração e Direccao , que só passam a desfilar vaidades e onda de linchamento dos seus melhores quadros, quando as condições sociais dos trabalhadores é cada vez pior e complexa.

E para acabar com a mesmice, aconselham a substituição  os Directores dos Centros de produções do Huambo, Huila e Benguela, por questões estrategicas editoriais.

Se Angola voltar a entrar em chamas, nao culpem os trabalhadores da TPA, sim ao Conselho de Administração e Direcções. Depois nao digam que nao alertamos.

Senhor Presidente da República , tenha a decisão . Mudanças na TPA já !!!



Lil Pasta News, nós não informamos, nós somos a informação 

Postar um comentário

0 Comentários