Em Cabinda mulher mata a filha e a neta



A filha deu à luz recentemente e não gerava leite materno.

O Serviço de Investigação criminal procedeu, recentemente, a detenção de uma cidadã, de 48 anos, natural e residente em Cabinda, por ter ministrado substâncias tóxicas (raízes) a uma outra, (sua filha), até então, mãe de um recém-nascido de sete meses de vida, tendo causado a morte de ambos.


O insólito ocorreu no dia 17 do corrente mês e ano, quando a mãe, constatando que a filha, na qualidade de puérpera estava a produzir pouco leite materno, pelo que entendeu ferver algumas ervas conhecidas por “Txibondomuna”, que fez espécie de chá e deu à filha, enquanto amamentava, para produzir bastante leite materno.



Fisioterapia ao domicílio é na MZ Fisio. Contactos para marcação: 924170321, 998024880

Como não era de se esperar, no dia 19 de Setembro de 2021, efeitos secundários ocorreram, tendo o bebé sido socorrido com urgência à pediatria do hospital provincial de Cabinda e, posteriormente a filha, os quais, com o quadro clínico grave não resistiram e acabaram por sucumbir.


Por esse comportamento foi a mãe indiciada no crime de homicídio negligente, detida e presente à Procuradoria Geral da República para procedimentos subsequentes.



Lil Pasta News, nós não informamos, nós somos a informação 

Postar um comentário

0 Comentários