Angolano Daniel Mendes conquista lugar nas autárquicas em Portugal


O luso são-tomense, António Cádio Paraíso e o luso angolano, Daniel Mendes, estão entre os novos membros do poder local eleitos este domingo em Portugal, nas eleições autárquicas.


Cadio Paraíso concorreu para a junta de freguesia de Benfica em Lisboa e Daniel Mendes para a Freguesia de Venteira em Amadora.


Eles são os únicos cidadãos africanos eleitos deputados nas referidas freguesias. Ambos candidataram-se pela lista do PS, partido Socialista Português.



Fisioterapia ao domicílio é na MZ Fisio. Contactos para marcação: 924170321, 998024880

Antônio Cadio Paraíso vai aproveitar o mandato de quatro anos para apostar no associativismo enquanto presidente da ACOSP, Associação dos Cidadão São-tomenses em Portugal.


“A nossa premissa é a criação da casa das associações de Benfica para construirmos uma freguesia com diversidade de culturas em Lisboa”, disse Paraíso.


Por seu lado Daniel Mendes, nascido em Angola, eleito na Freguesia da Venteira, no conselho da Amadora, promete contribuir para uma maior integração dos cidadãos oriundos dos países da África lusófona.


“Estou satisfeito e sei que serei uma peça fundamental levando ideias para satisfazer as necessidades dos milhares de africanos que vivem em Amadora”, disse Mendes.


A luso guineense, Beatriz Gomes Dias, do Bloco Esquerda também destacou-se nestas eleições ao ser eleita vereadora da Câmara Municipal de Lisboa, conquistada pelo social democrata Carlos Moedas, que tinha como adversário direto o presidente cessante, Fernando Medina, do PS.


Nas eleições autárquicas deste domingo em Portugal o partido socialista foi a força política que mais juntas de freguesia e câmaras municipais conquistou. Das 308 câmaras municipais em disputa, conquistou 148, mas perdeu a câmara de Lisboa, a maior cidade do país.


VOA



Lil Pasta News, nós não informamos, nós somos a informação 

Postar um comentário

0 Comentários