Empresa de Danilo dos Santos será uma das beneficiaria dos 750 autocarros que o executivo vai adquirir



Ministro dos Transportes promete  facilitar vida dos cidadãos. 

Ministro dos Transportes, Ricardo D’Abreu, garantiu na segunda-feira, 30 de Agosto, que até Março de 2022 o Executivo vai lançar, em todo o território nacional, 750 novos autocarros para melhorar a mobilidade pública.



O Ministro dos Transportes, Ricardo D’Abreu, adiantou também que o novo sistema de bilhética integrada, a ser lançado brevemente, vai permitir que os utentes do passe de transporte possam usar todos os serviços, a nível do país. 



O Lil Pasta News sabe que em Luanda, além da TCUL, TURA, e SGO, a em Strang, de Danilo dos Santos, vai também beneficiar dos autocarros para operar nas rotas urbanas da capital. Além de Danilo, a empresa Strang, conta na estrutura accionista com a sua tia Vanda Lemos, irmã da sua mãe Ana Paula dos Santos.



Lil Pasta News, nós não informamos, nós somos a informação 

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Senhor Ministro dos Transportes, Ricardo D’Abreu, os ministérios de países sérios, não fazem aquisições e muito menos perdem tempo e energias em distribuição aos operadores privados de quaisquer tipas de meios. Em conjunto com o ministério da finanças e colaboração com os bancos comerciais e ou entidades financeiras especializadas; eles criam linhas de financiamento ou de crédito, com juros bonificados ou subvencionado (pelo facto de beneficiar a maioria da população – o impacto social), e os operadores que demonstrarem competência e capacidade, por mérito próprio, concorrem a tais financiamentos ou créditos.
    No âmbito da sua esfera de competências, os ministérios exercem funções públicas, essencialmente de natureza administrativa e em alguns casos, normativas. As verbas provenientes o orçamento geral do estado que lhes são acometidas, são para suporte das suas despesas de funcionamento.
    Por favor, Sr. Ministro!... concentrasse na definição das normas de funcionamento e participação dos operadores de transportes públicos em geral e, proponha ao Ministério das Finanças a concepção de incentivos financeiros a tais operadores, para que eles possam não só adquirir autocarros, assim como tecnologia de gestão e venda de bilhetes de passagem e acabar com os cobradores.

    Kind Regards
    Anibal Costa

    ResponderExcluir